Monday, 26 July 2010

Calixto Bieito e a ópera hardcore





O post de hoje é sobre o trabalho de um dos mais controversos diretores do cenário operístico atual, o catalão Calixto Bieito. Considerado a fina flor do Eurotrash (e provavelmente odiado por Franco Zeffireli, embora ele não se digne a proferir o nome com a iniciais CB), Bieito tem seu público, principalmente em Barcelona e na Alemanha (onde perpretou sua mais escandalosa montagem - O Rapto do Serralho de Mozart), e tem colecionado alguns sucessos - o último deles em Stuttgart, com um Parsifal considerado 'eletrizante' pelo público. Iconoclasta por princípio, Bieito não deixa pedra sobre pedra em suas produções, e, ao contrário de seu contemporâneo Carlos Padrissa (que baixou BEM o tom quando levou a linguagem do seu grupo Fura dels Baus para os teatros de ópera), não abandonou a nudez, a perversão, a mutilação, etc. Polêmica que não chegaria ao teatro dramático, acostumado com esse tipo de coisa (vide Artaud, Grotowski, Zé Celso e outros mais). Fato é que, mesmo com o surgimento cada vez maior de montagens anacrônicas (no bom sentido) e simbolistas, dirigidas por Carsen, McVicar, Sellars e outros diretores contemporâneos, o trabalho de Bieito é o mais transgressor, para o bem e para o mal.

Algumas palavras do tenor Andrew Richards, que trabalhou com Bieito recentemente (do seu excelente blog Opera Rocks):

(...) Which, I guess, was how I lasted thru the Bieito ordeal. I'm so sad to be approaching the final performance. Not to see my colleagues and friends at the opera will be hard, but harder still is the physical challenge to "Let go." The inner voices of self-doubt that plague many performers just ceased in the ordeal. There wasn't any place for them. For all of us. You just had to give yourself over to craziness. Because, come on, Calixto is NUTS! In all the right ways. I will miss him the most.

Deus abençoe os polemistas.


Obs.: O video abaixo é da TV alemã - sem legendas - mas as imagens e o tom de voz dos entrevistados falam por si mesmos.



1 comment:

  1. Oi.
    Acabo de descobrir o blog. Muito legal o post...
    Já tô espalhando pros amigos.
    Um abraço.

    ReplyDelete